paola-brescianini-venenos

Os 4 venenos que você precisa tirar da sua vida

Olá! É com muito prazer que estou aqui para o sexto post de Dicas da Nutri. Mais uma vez agradeço muito a sua presença e atenção. Hoje o tema será sobre o desafio lançado #4SemanasSemVeneno.  

É muito importante aprender a cuidar do nosso corpo e conhecer bem os alimentos que estamos escolhendo. Por conta disso, irei explicar sobre os alimentos que deverão ser retirados para esse desafio. Vamos lá?

FARINHA BRANCA

A farinha de trigo branca passa por um processo de refinamento, que separa do trigo a casca e o gérmen, mantendo apenas o endosperma do grão que depois é moído. Nesse processo retira-se grande parte das propriedades nutricionais do alimento (fibras, vitaminas e minerais).

Fora isso, a farinha branca tem ação semelhante ao açúcar no organismo, aumenta a taxa de glicose no sangue e, por isso, o consumo em excesso está associado ao aumento de triglicérides e incidência de diabetes, obesidade e doenças crônicas.

Agora, se você quiser opções saudáveis, fique sabendo que a farinha integral e a branca não destoam em seu valor calórico, porém, a farinha integral mantém em sua composição as fibras e alguns nutrientes que não contém na farinha branca, como magnésio, zinco, selênio e vitaminas B1 e B6.

Opções de farinha que podem substituir a farinha branca:
– Farinha de aveia, linhaça, quinoa, amaranto, coco e de maracujá.

SAL BRANCO

Na verdade, o principal vilão da história é o sódio (Na). O sódio é um mineral essencial para o organismo, mas a ingestão excessiva pode provocar problemas de saúde. Porém, não significa que sal e o cloreto de sódio devem ser eliminados da dieta.

A sua ausência também tem consequências ruins. A necessidade diária de sódio para os seres humanos é de 500 mg, e a ingestão de sal é considerada saudável até o limite de 2 g (aproximadamente 1/2 colher de café) por dia.

O consumo médio do brasileiro, contudo, corresponde ao dobro do recomendado. Essa necessidade é fácil de ser atingida, pois a maioria dos produtos que consumimos contêm sódio.

Os efeitos do nutriente no organismo não são imediatos e as pessoas podem demorar anos para apresentar sintomas. O sódio está associado a uma série de doenças crônicas, como hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, problemas renais e cânceres.

Uma forma saudável de temperar os alimentos seria utilizar ervas frescas ou secas, cebola, cebolinha, salsinha, pimentas naturais, limão, orégano e curry.

Além disso, o sal rosa do Himalaia contém menos sódio do que o sal branco. Ou seja, pode ser uma opção menos prejudicial. No entanto, os temperos naturais citados acima sempre serão as melhores opções.

AÇÚCAR REFINADO

O açúcar é altamente calórico e não contém nenhum valor nutricional. Tem sido associado em diversas pesquisas a problemas cardiovasculares, obesidade e diabetes. Por não conter nenhum nutriente, ele é digerido instantaneamente pelo organismo e os níveis glicêmicos se elevam rapidamente, o que é perigoso por conta do depósito de gordura nas células. Além disso, pesquisas revelam que ele é tão viciante quanto a cocaína! 

Opções saudáveis para o consumo de açúcar: stevia, xilitol, mel orgânico e açúcar de coco.

REFRIGERANTE

Por fim, o refrigerante. Independe se é o normal ou zero, todos são muito ruins. Os refrigerantes não possuem nutrientes nem outros elementos positivos. Quanto ao refrigerante normal só contém calorias vazias (quantidades elevadas de açúcar – 1 copo de 200 ml contém cerca de 20 gramas de açúcar) e pode ainda trazer malefícios para a saúde.

Já o refrigerante zero além de corantes, possui aspartame. Diversos estudos já o associaram com aumento da absorção de carboidratos de alto índice glicêmico; com alterações do pH intestinal; aumento do crescimento de bactérias gran negativas; desequilíbrio de microbiota intestinal e aumento do risco de lesões de mucosa intestinal.

Dica: tomar água com gás, muito gelo e limão. Fica parecendo refrigerante, mas sem conter os malefícios.

Antes de você iniciar esse desafio gostaria de ressaltar que é muito bacana e importante buscarmos uma alimentação mais saudável que trará muitos benefícios, tanto para a saúde,  quanto para atingir objetivos estéticos.

Porém, não podemos esquecer que se alimentar envolve questões emocionais e sociais, e a mudança de hábitos e o início de uma reeducação alimentar exigem tempo e força de vontade.

Muitas vezes, um alimento pode não trazer benefícios, mas faz bem para a cabeça e para o espírito. Então aprenda a encontrar o equilíbrio e apreciar com moderação!

Boa sorte no Desafio #4SemanasSemVeneno! Aguardo o vencedor para nossa consulta <3

Beijos da Nutri!

Jacqueline Hayar

Nutricionista apaixonada pela profissão e por atividade física. Graduada em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo. Pós graduação em Nutrição esportiva pela FAPES. Amo ensinar os pacientes como inserir em suas vidas hábitos saudáveis e transformar a maneira de lidar com a alimentação. CRN-3 N° 43936 / jacquelinehayar@hotmail.com / Insta: jachayar_nutricionista

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *